MEU ORGULHO DE SER

sábado, 3 de outubro de 2015

PERDOE!


PERDOE!

Perdoe
Por dizer ..Te amo
Sem te amar!
Por querer
Sem ter!

Perdoe!

Por ter-te
Naufragar
Em você
E não querer!

Perdoe!

Meus excessos
Sem limites
Te entreguei
E olhei!

Perdoe!

A falta
De tato
Os  teus
Embaraços
Perdido
Em meus
Braços!

Perdoe!

Por negar
Que  amei!
Neguei!
Mas ei!
De voltar
A deixar
De  amar!

Perdoe!

A ousadia
Invadia
A soberania
Por querer
Ser ..Só meu!!

Perdoe!

Por perdoar
Mil vezes
Errando
Sabendo
Que não deveria
Mergulhar
Na amplidão
Do teu corpo
E adorar!
Me perdoe!

Marilene  Azevedo

Nenhum comentário:

Postar um comentário