MEU ORGULHO DE SER

domingo, 10 de setembro de 2017


DEIXA..DEIXA!

Deixa ..Escorrer  em teu corpo
Como o suor..Feito adorno
Tomando posse ..de ti.

Deixa ..Escorrer entre os lábios
Sorver teu gosto  salgado
Para matar o pecado
Pecado habita em mim.

Deixa ..A mão percorrer labrintos
Sentir!..Os pelos a eriçar
Pedindo  para prosseguir
Sabendo-te possuir.

Deixa!  Deixa!  Eu morrer nesse delirio
Saciar ..A pele  a textura..Na ansia
Dessa demência assistida
A encontrar a guarida
Para matar-me  de amar!

Deixa ..saciar a sede
Sorver  teus delirios infindos
Balsamo das ansias..Quereres
Meu corpo em ti...Unidos
A fecundar meus  desejos
No gozo desse alvoroço
Que vivo no teu sentir

Deixando amostra o esboço
Do beijo cálido no rosto
Descanso ..No  suor enfim.
Marilene Azevedo