MEU ORGULHO DE SER

terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

SEDE!

                      Como quem devora
O pecado
Teu corpo junto ao meu lado
Faz  o mundo meu girar

É desejo! É o beijo
É a pele.
Teu calor a provocar.

O olhar corre ligeiro
Pelo peito ..Pelo jeito
Esta aceso..Despertar!

E devora..Simplesmente
Com sabor ..Como a corrente
Que carrega a água pura
Tua sede saciar.

É desejo! É vontade
No teu corpo encontrar
Quero a fome das entranhas
No teu corpo ..Ir matar!

Ao encontro dessa sede
Correm juntas
Tão perfeitas
Quase uma
Vão a sede saciar.
Marilene Azevedo