MEU ORGULHO DE SER

quarta-feira, 14 de junho de 2017

TEU CHEIRO!

                                         

                                                                   TEU CHEIRO!

Pressinto teu cheiro
Ao chegar em meu corpo
Ofegante respiras
Fazendo as fibras
Da pele tremer.

Querendo você
De toques tão firmes
Que tiras  gemidos
Balbuciando palavras
Teu nome  querido
Ao brincar  ao redor

A alma desnuda
Ao corpo reluta
Na louca entrega
Que é sua sina
Tirando a mulher
Da sua rotina

Entrega de forma tão plena
Não se julga pequena
Ali..Não existe 
Apenas união de amantes
Da vida
Queimando vontades
Consumindo volúpias
Simplesmente se amar.
Marilene Azevedo