MEU ORGULHO DE SER

sábado, 24 de janeiro de 2015

AMOR!

                           
      AMOR!

É luxúria
É desejo
É o beijo
Louco quente
Que no corpo
A boca sente!

Corre a mão
Sem rodeios
Buscando
No entre meios
O doce
Estremecer

Com suas  mãos
Acheis ..Soltas
Procurando
Seu lugar

Estremeceu!
Ser vencida
E nele
Se fez guarida
Deixou-se
Se dominar.

A alma dançou
Faceira
O corpo se iluminou
Quebrou-se
Todas barreiras
E seu amor
Conquistou
Marilene Azevedo